Arquitetura promove reflexões sobre edificações verticais e planejamento urbano
06/11/2018 11:34 am

Arquitetura promove reflexões sobre edificações verticais e planejamento urbano

O curso de Arquitetura e Urbanismo do Unipê promove diversas reflexões sobre a responsabilidade do profissional da área nos espaços urbanos. Na disciplina de Projeto IV (Edificação Vertical), além de aprenderem os aspectos técnicos da elaboração dessa tipologia de edificação, os estudantes têm espaço para discutir a verticalização das cidades e o que ela pode trazer para a sociedade. É o que afirma um dos professores da disciplina, Giuseppe Branquinho, que recebeu, com outros docentes da mesma matéria, diversos projetos dessa tipologia na semana passada.

Branquinho explica que esse tipo de edificação pode trazer riscos para a sociedade quando os projetos são executados sem um planejamento urbano da cidade. Nesse sentido, a disciplina, de acordo com o professor, propicia a discussão com os alunos a respeito dos malefícios e benefícios das edificações verticais. “Por exemplo, uma residência que seria construída para o uso de uma família dá lugar a um edifício com vários pavimentos para atender 100 famílias. São diferentes, e, dessa forma, você gera trânsito, mais demanda de infraestrutura urbana, como rede coletora de esgotos, vias mais largas para um trânsito mais intenso, entre outros exemplos”, comentou.

A verticalização também gera a especulação imobiliária, afirmou o professor. Ele citou um caso recente no município de João Pessoa, que ocorreu no Altiplano. “O Altiplano era um bairro estritamente residencial térreo, porque havia uma lei que proibia a verticalização no Altiplano. Mas essa lei foi derrubada e, de uma hora para outra, os terrenos que valiam ‘x’ começaram a valer 10 ou 20 vezes esse ‘x’, por conta dessa alteração na verticalização urbana nessa cidade”, exemplificou.

“A verticalização faz com que surja uma bolha. Um condomínio vertical tem tudo, e os moradores ficam sem sair e sem participar ativamente da cidade em si. E aí existem alguns critérios que a gente pode utilizar no projeto para evitar esse tipo de situação”, colocou.

Se de um lado a verticalização sem planejamento pode gerar problemas urbanos, quando planejada, ela pode ser benéfica. O professor citou alguns casos de países europeus, cujas áreas centrais são verticalizadas e a população desses países se apropria desses espaços. “Existem muitos pensadores, urbanistas, que explicam como você pode verticalizar sem segregar. Um deles é o Jan Gehl, que explica como você ter edifícios híbridos, com edifícios mistos, misturando usos, com comercial e residencial, por exemplo, o que estabelece uma relação mais direta do térreo com o espaço público”, completou.

Vestibular Unipê

O Unipê está com as inscrições abertas para o Vestibular Tradicional. Os cursos disponíveis nesta seleção contemplam as áreas da saúde, tecnologia, humanas e de negócios. A inscrição pode ser realizada por meio do portal unipe.edu.br/vestibular até as 20h30 do dia 21 de novembro. A prova será realizada no dia 24/11, às 10h (horário de Brasília – 9h da cidade de João Pessoa), no campus da Instituição.

Confira também os financiamentos, bolsas e descontos ofertados pelo Unipê em unipe.edu.br/financiamentos. Em caso de dúvidas, os candidatos podem ainda ligar para a Central de Relacionamento do Unipê: 0800-707-9210.

Fonte: Assessoria de Comunicação - ASCOM