A Encantadora de Gente: como relações públicas pode fazer a diferença para o seu negócio e para sua vida

Este livro, sob vários aspectos, é bem diferente dos outros que enfocam as relações públicas. Primeiro, porque é criativo e inovador, narrando de modo fictício a atuação “real” de uma relações públicas competente, socialmente responsável e ética. Segundo, porque evita uma abordagem excessivamente teórica, valorizando mais a prática, facilitando assim um melhor entendimento das atividades profissionais. Terceiro, porque ressalta o verdadeiro papel das relações públicas como agente de mudanças nas organizações, evidenciando uma abordagem multidisciplinar nas áreas da comunicação social.

Baixe aqui!

Este livro, sob vários aspectos, é bem diferente dos outros que enfocam as relações públicas. Primeiro, porque é criativo e inovador, narrando de modo fictício a atuação “real” de uma relações públicas competente, socialmente responsável e ética. Segundo, porque evita uma abordagem excessivamente teórica, valorizando mais a prática, facilitando assim um melhor entendimento das atividades profissionais. Terceiro, porque ressalta o verdadeiro papel das relações públicas como agente de mudanças nas organizações, evidenciando uma abordagem multidisciplinar nas áreas da comunicação social. Outrossim, discorre sobre a importância da comunicação com o público interno de modo convincente, explicitando como ela deve ser realmente processada, considerando a dimensão humana e holística do funcionário.

Sandra, explicita ainda, com muita propriedade, o “Plano de Comunicação Interna”, identificando-se com o pensamento de Idalberto Chiavenato “Saber gerenciar pessoas é um passo decisivo para uma administração participativa”. Destaca-se, sobretudo, o “Planejamento de Comunicação” quando a autora delimita com precisão os termos: diagnóstico, objetivo, meta, estratégia e tática, sem esquecer a avaliação dos resultados.

Outro ponto a salientar nessa obra é a valorização do diálogo como elemento imprescindível para as relações públicas. E a contribuição valiosa
sobre o humanismo que deve nortear nossas atividades. Vivemos em um mundo que cada vez mais se individualiza, onde o TER supera o SER, onde o
desenvolvimento tecnológico ameaça as relações interpessoais. Assim sendo, é gratificante conhecer pessoas que ainda acreditam ser possível quebrar
paradigmas e promover mudanças utilizando as relações públicas.

A personagem Olga Frieling se identifica com a autora, tornando o livro ‘quase’ uma autobiografia. O que se justifica pela sua comprovada experiência profissional no campo da comunicação corporativa. A leitura deste livro é indispensável para os profissionais, alunos e principalmente para os empresários que pouco, ou quase nada, conhecem Relações Públicas.

Ano da publicação

2018

Número de páginas

144

ISBN

978-85-87868-39-8

Autor(es)

Sandra Lima