Unipê lança Cartilha para estimulação de crianças com Microcefalia - UNIPÊ
Atendimento via chat
Atendimento via chat
08/03/2018 11:08 am

Unipê lança Cartilha para estimulação de crianças com Microcefalia

O Programa de Atenção Integrada às Crianças com Microcefalia por Zika Vírus, parceria do Centro Universitário de João Pessoa – Unipê com o Grupo Energisa, lançará, no próximo dia 12 de março, às 15h, a cartilha “Estimulação Motora para Crianças com Microcefalia por Zika Vírus”. A publicação é fruto do Trabalho de Conclusão de Curso da egressa do curso de Fisioterapia do Unipê Diana Coelho Regadas Rodrigues sob a orientação da professora Meryeli Santos e foi construída a partir da vivência da egressa no atendimento às crianças com microcefalia por Zika Vírus. O programa está com vagas abertas para novos pacientes neste semestre.

O lançamento oficial da cartilha ocorrerá na Clínica-Escola de Fisioterapia e contará com a presença da reitora do Unipê, professora Ana Flávia Pereira Medeiros da Fonseca, do presidente da Energisa, André Luís Theobald, da coordenadora do curso de Fisioterapia do Unipê, professora Maria Elma Soares, da coordenadora do programa, professora Sheva Castro, além da autora da cartilha, de professoras, das alunas integrantes do programa e das mães das crianças atendidas pela iniciativa Unipê/Energisa.

A coordenadora do curso de Fisioterapia da Instituição destacou que o trabalho da estudante foi aprimorado com o apoio de todas as professoras participantes do programa, inclusive da própria coordenação. A docente informou que a cartilha será entregue a todas as mães atendidas no Unipê e será disponibilizada online, no portal do Centro de Informação e no Portal Unipê. Ela reiterou a importância do material.

A cartilha que será entregue a cada uma das mães traz informações importantes sobre o desenvolvimento motor de crianças de 0 a 3 anos de idade, com ilustrações de fácil entendimento, para que os responsáveis possam estimular as crianças também no ambiente domiciliar”, explicou Elma. Com o material, todo o atendimento realizado na Clínica-Escola de Fisioterapia do Unipê poderá ser continuado em casa, pelas mães, permitindo que elas acompanhem o desenvolvimento motor dos seus filhos, de acordo com o esperado para a idade, “de forma simples, objetiva e lúdica, além de possibilitar a adequada estimulação domiciliar”, completou a coordenadora.

Sobre o programa

O Programa de Atenção Integrada à Criança com Microcefalia por Zika Vírus é uma parceria do Unipê com a Energisa que teve início em fevereiro de 2017, no curso de Fisioterapia. Inicialmente, as famílias atendidas foram trazidas pela Energisa e pelas professoras do curso, que iniciaram os atendimentos em maio do ano passado. O programa surgiu com o objetivo de oferecer, inicialmente, atendimento integrado de Fisioterapia às crianças, além de suporte aos familiares.

Enquanto as crianças são atendidas, são desenvolvidas atividades educativas direcionadas aos pais e cuidadores, durante as quais são dadas orientações quanto ao manuseio da criança, proporcionando uma melhora na qualidade de vida da criança e do cuidador. “Nos atendimentos, as crianças são estimuladas e avaliadas para que sejam identificados os encaminhamentos necessários à sua saúde integral”, explicou a coordenadora do curso de Fisioterapia do Unipê, Elma Soares.

Unipê atende crianças microcefalia Foto Herbert Clemente (2)
DSC_3648
Unipê atende crianças microcefalia Foto Herbert Clemente (7)

Segundo a coordenadora do programa, professora Sheva Castro, um dos grandes diferenciais do programa desenvolvido pelo Unipê em parceria com a Energisa é o atendimento integrado e voltado à pesquisa. “Além de nos propormos a fazer um atendimento integrado, dando todos os estímulos, esse também não é somente um programa de extensão e assistência, pois estamos desenvolvendo pesquisas para avaliar e acompanhar o desenvolvimento dessas crianças. Estamos utilizando instrumentos que são padrão ouro para a avaliação do desenvolvimento infantil”, comentou.

Unipê atende crianças microcefalia Foto Herbert Clemente (85)
Unipê atende crianças microcefalia Foto Herbert Clemente (13)
DSC_3657

Novidades para 2018.1

Em 2018.1, o programa passará a realizar a atenção integrada com parceria de outros cursos, dando ainda mais assistência às crianças atendidas na Instituição. “Neste semestre de 2018.1 temos a consolidação das integrações com os cursos de Fonoaudiologia, Odontologia e Enfermagem, para intervenções diretas com as crianças, além de Psicologia, para apoio dos responsáveis, e parceria com o curso de Medicina, para a avaliação clínica caso a caso”, destacou Elma.

Os atendimentos serão realizados por 35 alunos extensionistas com a supervisão direta de 14 docentes das diferentes áreas de saúde, dando assistência às crianças e suas famílias. O programa atende atualmente 22 crianças e está com vagas disponíveis para este semestre.

Acesso aos atendimentos

Com as novas vagas, o programa estará aberto para novos pacientes e as famílias interessadas em serem atendidas no Unipê poderão obter mais informações sobre inscrições, dias e horários de atendimento na Clínica-Escola de Fisioterapia por meio do número 2106-9271.

Serviço
Lançamento da cartilha “Estimulação Motora para Crianças com Microcefalia por Zika Vírus”

Data: 12 de março
Horário: 15h
Local: Clínica-escola de Fisioterapia

Fonte: Assessoria de Comunicação - ASCOM