13/11/2017 16:41 pm

Projeto Alegria de Viver atividades lúdicas com idosos da Aspan

Estou achando maravilhoso com vocês aqui. Estamos alegres com vocês, temos atividades, ganhei um presente, dancei muito já e vou dançar mais”, declarou dona Elza, de 76 anos de idade, uma das residentes da Associação Promocional do Ancião – Aspan, localizada no Cristo Redentor. Elza, que sempre cuidou dos pais idosos e agora está aposentada pela idade, foi uma das idosas participantes do projeto Alegria de Viver, proporcionado por estudantes de Educação Física no último dia 11.

Projeto Alegria de Viver na Aspan Foto Luis Thales 11.11 (7)
Projeto Alegria de Viver na Aspan Foto Luis Thales 11.11 (19)
Projeto Alegria de Viver na Aspan Foto Luis Thales 11.11 (34)

Atividades lúdicas relacionadas à Educação Física, jogos cooperativos, momentos de dança, apresentação teatral e também um bingo fizeram parte do sábado dos residentes da Aspan. Josiene Rodrigues, aluna do P6 do curso, foi uma das estudantes que promoveram o projeto com outros nove alunos.

“É sempre gratificante poder passar uma mensagem e trabalhar com eles, com atividades físicas, e também levar um pouco de amor, de carinho”, disse Josiene. “Poder abraçar, dar um sorriso, e eles retribuírem isso é muito bom, muito bom mesmo!”, considerou.

O projeto Alegria de Viver, segundo explicou a professora supervisora da atividade, Jennifer Ariely Sales Suassuna, veio de uma junção de fatores: suas atividades em projetos institucionais do Unipê que oferecem exercícios para idosos e sugestão dos próprios alunos.

Projeto Alegria de Viver na Aspan Foto Luis Thales 11.11 (26)
Projeto Alegria de Viver na Aspan Foto Luis Thales 11.11 (29)

“Eu abracei a ideia e a gente contatou as instituições para ver se aceitavam”, contou Jennifer. “Eu acho que é muito importante, principalmente para o curso, essa preocupação de que Educação Física não é só esporte, não é só o que a gente vê na televisão, e que a gente pode, sim, oferecer saúde, oferecer uma melhora na qualidade de vida para um público que muitas vezes não é tão pensado, não é tão abordado”, explicou.

Os alunos conseguiram doações de alimentos e fraldas geriátricas para os moradores da Aspan e, no dia do evento, também levaram alguns serviços de cuidados pessoais, como maquiagem, manicure e cabeleireiro. O grupo de teatro da Cidade Viva também fez uma apresentação e uma interação com os idosos da Associação.

Fonte: Assessoria de Comunicação - ASCOM