17/06/2015 2:23 pm

CAPES eleva conceito da Revista Direito e Desenvolvimento

A Revista Direito e Desenvolvimento, vinculada ao Mestrado em Direito do Unipê, teve sua classificação elevada para a categoria qualis B2. Trata-se de uma classificação de periódicos científicos que, no âmbito das regras da Coordenação de Aperfeiçoamento do Pessoal de Nível Superior – CAPES do Ministério da Educação, pretende contribuir para a avaliação da produção científico-acadêmica dos docentes e discentes de Programas de Pós-graduação stricto sensu (Mestrado e Doutorado).

Segundo a coordenadora do Mestrado, profª drª Maria Aurea Cecato, o qualis CAPES resulta de avaliação bastante rígida e assentada em critérios de exigência substantiva e formal, das quais ressaltam-se o fator de impacto nos meios acadêmicos e a preocupação do periódico com a exogenia, tanto no que se refere ao corpo de pareceristas como no que concerne aos autores colaboradores. “O impacto causado junto a Editores de outros periódicos vem, entretanto, provocando uma extensão dessa classificação, por demanda dos interessados”, explicou a docente.

Aurea Cecato ressalta ainda que “a classificação atual da Direito e Desenvolvimento significa, no âmbito da CAPES, uma grande conquista. Contribui para a elevação do Mestrado em Direito ofertado pelo Unipê, tendo reflexo direto na avaliação relativa ao seu funcionamento, que também se encontra nas atribuições desta Coordenação de Aperfeiçoamento. Acima desse estrato, o qualis CAPES conta apenas com o qualis B1 e os níveis A (1 e 2), este último sendo reservado a número restrito de periódicos”, comemorou a coordenadora.

A atual Editora da Revista Direito e Desenvolvimento é a profa. dra. Fernanda Vasconcelos Brandão. A publicação já contou também com as editoras, profa. dra. Ana Luísa Celino Coutinho e profa. dra. Ana Paula Basso. Todas consideradas importantes colaboradoras para o resultado conquistado.

Fonte: Assessoria de Comunicação - ASCOM